IAP

17/03/2017

Seminário discute gestão de resíduos sólidos com municípios do Noroeste

Os Escritórios Regionais do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) de Cianorte e Umuarama promoveram nesta quinta e sexta-feira (16 e 17) o II Seminário Entre Rios de Resíduos Sólidos. O objetivo foi discutir as gestões municipais e possibilitar que os representantes das cidades da região troquem experiências e informações, como forma de diminuir a produção de lixo e melhorar a administração dos aterros sanitários.

O encontro aconteceu em Icaraíma, Noroeste do Estado, e contou com representantes de 32 municípios, além de órgãos estaduais, Ministério Público, Associação dos Distribuidores de Insumos e Tecnologia Agropecuária (Adita) e Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (Inpev).

"Nós tivemos a presença de 120 pessoas, entre prefeitos, secretários municipais e representantes do Ministério Público e de outros órgãos da região, o que gerou uma troca de experiências muito produtiva para todos. Também participaram servidores dos escritórios regionais do IAP para orientar sobre os procedimentos de licenciamento", diz Antonio Carlos Cavalheiro Moreto, chefe do Escritório Regional do IAP de Cianorte.

De acordo com ele, houve uma palestra sobre o Sistema de Gestão Ambiental (SGA) usado pelo IAP para emitir licenciamentos e os participantes tiraram dúvidas sobre a ferramenta. Ao final do evento, fizeram uma visita técnica ao aterro sanitário de Icaraíma.

Alguns dos temas abordados no evento foram a Lei de Resíduos Sólidos nº 12.305/10 e a Resolução do Conselho Estadual do Meio Ambiente (CEMA) nº 086/13, os procedimentos realizados pelo Ministério Público e a arborização urbana, entre outros.

O seminário contou ainda com a presença de 18 prefeitos da região Noroeste, secretários municipais, da diretora de Monitoramento Ambiental e Controle da Poluição do IAP, Ivonete Chaves, da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e da ONG 350.org.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em: http://www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.

Captcha Image Carregar outra imagem