IAP

09/06/2017

Escolas realizam plantio com mudas doadas pelo IAP em Pitanga

Em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado nessa segunda-feira (5), o Instituto Ambiental do Paraná (IAP) em Pitanga doou cerca de 600 mudas nativas diversas espécies para recuperação de áreas degradadas. "Nosso objetivo é recuperar as cabeceiras dos rios, fazendo a recuperação desses locais. Além de orientar as crianças para os cuidados com o meio ambiente", explicou o chefe do Escritório Regional de Pitanga, Marcos Zeschotko.

Nessa quinta-feira (8) o IAP promoveu o reflorestamento de Mata Ciliar no aterro sanitário de Nova Tebas. Também nesse dia, estudantes das escolas municipais da cidade, com o apoio da Secretaria Municipal de Educação, Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Secretaria Municipal da Agricultura, Secretaria Municipal de Saúde e Emater, plantaram mudas de espécies nativas nos pátios das escolas.

Durante a Semana do Meio Ambiente também serão realizadas diversas atividades na cidade voltadas para agricultores, pecuaristas e alunos. "Fazemos um trabalho social, ajudando a orientar a sociedade sobre a importância da separação do lixo", disse Zeschotko.

LIXO RECICLADO, CIDADE LIMPA – O IAP também apóia o Rotary Club de Pitanga Avante, Núcleo Regional de Educação, Sanepar e a Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Pitanga, com o projeto “Lixo Reciclado, Cidade Limpa”. Com ações sendo realizadas desde abril, o projeto foi lançado nessa segunda-feira (5) e tem objetivo de trabalhar com alunos da região, várias atividades voltadas a educação ambiental, especialmente a destinação dos resíduos descartados.

"Queremos que os alunos nos ajudem a fazer a população entender como se separa o lixo, que eles levem para dentro de suas casas a importância de realizar essa separação", ressaltou Zeschotko.

Todos os participantes das ações receberão certificados e os três primeiros colocados receberão premiação no dia 28 de setembro.

Para o presidente do IAP, programações como essas são importantes para promover o conhecimento ambiental. “É através de ações como essas que garantimos a preservação e conservação do meio ambiente, educando e repassando informação. Afinal, só se preserva aquilo que se conhece”, disse Luiz Tarcísio Mossato Pinto.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.

Captcha Image Carregar outra imagem