IAP

13/07/2017

Licenciamento de atividades potencialmente poluidoras é tema de reunião no noroeste

O objetivo do encontro foi para incentivar a regularização ambiental de pátios de maquinas e cemitérios

O Instituto Ambiental do Paraná (IAP) de Umuarama e os representantes dos municípios entre Umuarama e Cianorte, e que fazem parte do Grupo GT-33, se reuniram nessa quarta-feira (12) para discutir o licenciamento e a fiscalização ambiental de atividades potencialmente poluidoras. São pátios de máquinas, cemitérios e outros empreendimentos antigos que nunca buscaram a regularização ambiental de acordo com a atualização das leis.

O encontro é conseqüência de diversas ações de fiscalização dessas atividades potencialmente nos municípios da região. “Com base nessas fiscalizações, foi verificado que muitos municípios não tem o licenciamento ambiental relativo ao pátio de máquinas, que envolve serviços de oficina mecânica, lavagem, lubrificação de veículos leves e pesados. Assim como, as questões dos cemitérios municipais que em 98 % dos municípios, não possuem licenciamento ambiental”, explica o chefe regional do IAP em Umuarama, Antonio Comparsi.

Os gestores ambientais dos municípios foram orientados pelo IAP quanto a importância e como fazer a regularização ambiental de cada atividade. Na reunião a presidente do Grupo GT-33, Elida Maiorani, destacou a participação das lideranças no encontro. “É importante para levar a seus municípios as diretrizes para as boas praticas aplicadas ao descarte de resíduos”, disse.

Este foi o segundo encontro onde há a participação dos técnicos do IAP, levando os conhecimentos práticos para o lançamento dos processos junto ao Sistema de Gestão Ambiental (SGA). “Por ser um órgão licenciador e fiscalizador, também temos o desejo de fazer com que essas informações cheguem e facilitem os municípios a se regularizarem", disse Comparsi.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.

Captcha Image Carregar outra imagem