IAP

09/02/2018

Polícia prende suspeitos de pedir dinheiro em nome do IAP

Suspeitos pediam dinheiro e doações em nome de servidores dos Escritórios Regionais do IAP através de associação. Após depoimentos na Polícia, foram liberados.

A Polícia de Guarapuava levou para prestar depoimento dois suspeitos de pedir dinheiro em nome de servidores do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), nesta quinta-feira (8). Eles atuavam em empresas e entidades da região solicitando dinheiro em nome de servidores e suposta associação de servidores em troca que mudas ou outros serviços que não praticados pelo órgão.

No momento da prisão, os suspeitos estavam no estacionamento de uma empresa onde solicitavam a tal doação. “O empresário ficou em dúvida quanto a ação das pessoas que estavam ali, ligou para o Escritório Regional e nós imediatamente acionamos a polícia, pois já tínhamos a notícia de que estavam agindo dessa mesma maneira em outras empresas da região”, disse o chefe regional do IAP em Guarapuava, Milton de Lacerda Roseira Junior.

Empresário, funcionários do IAP e os suspeitos prestaram depoimento para a continuidade da investigação. Após o procedimento, foram liberados.

O IAP alerta que não autoriza nenhum servidor a solicitar dinheiro ou doação em nome do órgão ou de qualquer associação ou entidade de servidores. A recomendação do instituto é para que sempre que empresários e empreendedores forem procurados para troca de doação de mudas, publicação em revista, entre outras ações suspeitas, procurem imediatamente a Polícia.

Além de apoiar e fornecer todas as informações necessárias para a investigação policial, o IAP também fará uma investigação interna para verificar toda e qualquer possibilidade de envolvimento de servidores.

 



Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.

Captcha Image Carregar outra imagem