IAP

15/05/2018

Grupo vai discutir destinação de resíduos que geram odor

IAP criou nesta terça-feira (15) um grupo de trabalho para buscar alternativas e melhorar os critérios para o gerenciamento de resíduos gerados por empreendimentos de tratamento, reciclagem e destinação final de resíduos orgânicos de frigoríficos e abatedouros.

 

O Instituto Ambiental do Paraná (IAP) criou nessa terça-feira (15), através da portaria nº 086/2018, um grupo de trabalho para encontrar alternativas e melhorar os critérios para o gerenciamento de resíduos gerados por empreendimentos de tratamento, reciclagem e destinação final de resíduos orgânicos de frigoríficos e abatedouros.

Tais atividades podem gerar odor e ser um dos motivos pelos quais vêm sendo registradas diversas reclamações de mau cheiro nas regionais de Toledo, Cascavel, Cianorte e Ponta Grossa.

O Grupo de Trabalho composto por oito servidores da instituição, incluindo seu diretor-presidente, Paulino Mexia, deverá tratar do manuseio desses resíduos nos geradores, transporte, tratamento e destinação final, principalmente, por empreendimentos frigoríficos e abatedouros.

“Essas atividades podem e, muito provavelmente, estão sendo realizadas de maneira correta e seguindo as normas existentes. Porém, podem estar gerando odores devido às condições climáticas de inversão técnica e falta de atualização de normas. É o que devemos checar nesse trabalho”, explica a diretora de Monitoramento Ambiental e Controle da Poluição e coordenadora do grupo, Ivonete Chaves.

O prazo estabelecido para o término das atividades é de 60 dias, contanto a partir da data de publicação da presente portaria.



Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.

Captcha Image Carregar outra imagem