IAP

06/07/2018

Segundo portal do Parque Mata dos Godoy será demolido

Medida urgente é necessária porque estrutura oferecia riscos à população. O primeiro portal foi demolido no dia 19 de junho. Para essa operação, a rodovia Álvaro Lázaro Godoy será temporariamente interditada, na altura do Ribeirão Apertados.

O segundo portal que dá acesso ao Parque Estadual Mata dos Godoy, em Londrina, será demolido e retirado nesta segunda-feira (9) às 9 horas da manhã. O portal delimita o final da Unidade de Conservação, gerenciada pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP).

Para essa operação, a rodovia Álvaro Lázaro Godoy será temporariamente interditada, na altura do Ribeirão Apertados, e motoristas serão instruídos pela Polícia Rodoviária Estadual.

A demolição dos portais de acesso ao parque, símbolo da Unidade de Conservação, visa garantir segurança aos visitantes e moradores da região, uma vez que as estruturas, feitas de madeira, estão comprometidas. Um laudo da Paraná Edificações de 2015 já indicava a necessidade de retirada da estrutura e o seu comprometimento devido às ações do tempo, pragas (como cupins) e também prejuízos devido ao vandalismo.

“Os portais foram construídos em 1995, suas estruturas estão infestadas com cupim e a base se decompondo, o que vai deixando a madeira mais leve. Elevando o risco de cair”, disse a gerente da Unidade de Conservação, Leliana Casagrande.

Durante sua existência os portais passaram por três grandes reformas visando a manutenção das estruturas e segurança da população. A maior das intervenções envolveu a substituição das bases de madeira por concreto para reduzir a ação da umidade no local.

“Infelizmente, dessa vez não tinha mais como reformar, pois a madeira é perecível e tem tempo de vida útil deixando toda a estrutura comprometida. Nessas situações precisamos sempre priorizar a segurança da população, evitando que qualquer acidente terrível pudesse acontecer”, afirmou o presidente do IAP, Paulino Mexia.

O serviço de demolição dos portais não teve custos para o Estado, uma vez que a empresa terceirizada e autorizada pelo IAP interessada no serviço apenas solicitou o aproveitamento da madeira do portal.

NOVOS PORTAIS – Para substituir as estruturas desmontadas, o IAP já estuda a viabilização de novos portais para a Unidade de Conservação. “Estamos trabalhando em conjunto com a diretoria de Biodiversidade e Áreas Protegidas e diretoria Administrativa Financeira para verificar as possibilidades de instalar novos portais o quanto antes”, diz Leliana.

MATA DOS GODOY - Reconhecido como uma Unidade de Conservação há 30 anos, o Parque Estadual Mata dos Godoy preserva ecossistemas característicos da região Norte do estado em meio à cidade de Londrina. O local possui 690 hectares de floresta, onde vivem 187 espécies de aves silvestres e 65 de mamíferos.

De sua área total, 10% foram transformadas em espaço de lazer, abertos à visitação pública, com três trilhas que podem ser percorridas por qualquer pessoa, sem necessidade de preparo físico.

Antes de ser transformada em parque, a área pertencia à Fazenda Santa Helena, de propriedade da Família Godoy. A família sempre teve a preocupação de preservar a área, promover visitas de crianças, estudantes e pesquisadores para mostrar a importância de se preservar o ambiente.

O remanescente está a 20 quilômetros de Londrina e é circundado por áreas ocupadas pela agricultura e pecuária, sujeito a ações do homem. Vivem nesta mata catetos, onças-pardas, tamanduás, tatus, macacos-prego, cotias, quatis, antas, veados, capivaras, gatos-mourisco, jacus, papagaios, tucanos, anambés, entre outros. A mata tem perobas, figueiras, cedros, lianas e bromélias, em meio à sua diversificada vegetação.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.

Captcha Image Carregar outra imagem