IAP

06/09/2019

Técnicos do IAP identificam duas áreas com árvores nativas envenenadas

A suspeita é de que os proprietários dos terrenos, tenham utilizado algum tipo de veneno líquido para ocasionar a morte das árvores.

 

A equipe de fiscalização do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) da regional de União da Vitória identificou nessa semana (4) duas áreas com várias árvores com perfuração no tronco para a prática de envenenamento. Se trata de áreas particulares na região São Matheus do Sul.

A suspeita é de que os proprietários dos terrenos, tenham utilizado algum tipo de veneno líquido para ocasionar a morte das árvores.

“Essa prática pode ter sido feita com intenção de matar as árvores e assim poder limpar o terreno, sem ter que derrubar uma espécie nativa, dificultando a fiscalização”, explica o fiscal do IAP, Renato Vicente Lachovski.

O tamanho das áreas afetadas é de 4,25 hectares e de 4,10 hectares.

Os responsáveis serão notificados e será aplicado o auto de infração ambiental no valor de R$ 52.500,00 mil para cada área, totalizando R$ 105.000,00 em multas.

LEGISLAÇÃO - O ato é considerado crime ambiental e a multa será aplicada conforme Lei Federal nº 9.605/98 e Decreto Federal nº 6.514/08.

 

Saiba mais sobre o trabalho da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo em:
https://www.facebook.com/desenvolvimentosustentaveleturismo/

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.

Captcha Image Carregar outra imagem