IAP

03/09/2019

Estado abre 220 vagas para residência técnica na área ambiental

Inscrições começam quinta-feira (5). Programa inclui um curso de Especialização em Engenharia e Gestão Ambiental e residência técnica em órgãos vinculados à Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo.

 

O Governo do Estado abriu 220 vagas para residência técnica para atuação na área ambiental. O edital do processo de seleção do programa já foi publicado pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), que é parceira na iniciativa, junto com a Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior. As inscrições abrem nesta quinta-feira (5) e vão até o dia 25 de setembro.

As vagas são para atuar na Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo e nos órgãos vinculados: Instituto Água e Terra – fusão do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Instituto de Terras, Cartografia e Geologia (ITCG), Instituto das Águas do Paraná.

“O objetivo da residência é expandir o corpo técnico para auxílio nas atividades da Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, de forma a aumentar as emissões de licenças e outorgas, a fiscalização e receita e dar mais agilidade administrativa e modernização dos órgãos ambientais, afirma o secretário Márcio Nunes.

Os candidatos devem ser formados nas seguintes áreas: Engenheiro Ambiental, Engenheiro da Pesca, Engenheiro Florestal, Engenheiro Agrônomo, Engenheiro Químico, Engenheiro Cartógrafo, Engenheiro Civil, Analista de Sistemas, Arquiteto, Geógrafo, Médico Veterinário, Biólogo, Geólogo e Advogado. O requisito principal para as inscrições é ter completado a graduação nas áreas afins no período de outubro de 2016 até outubro de 2019.

BENEFÍCIOS - Além da residência técnica, o programa oferece um curso de especialização em Engenharia e Gestão Ambiental na modalidade de ensino a distância, no total de 500 horas, coordenado pela UEPG.

Os futuros residentes iniciarão as atividades em novembro deste ano e atuarão durante dois anos nos órgãos. “Além da oportunidade de colocar em prática o conhecimento e adquirir uma pós-graduação, os residentes terão uma bolsa-auxílio mensal no valor de R$ 1,9 mil, com vale-transporte e vale-alimentação”, explica o diretor-presidente do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Everton Luiz da Costa Souza.

DISTRIBUIÇÃO - Na inscrição, o candidato poderá escolher o local de atuação. São 97 em Curitiba, 10 vagas em Campo Mourão, 12 em Cascavel, 10 em Cianorte, 8 em Cornélio Procópio, 12 em Foz do Iguaçu, 10 em Francisco Beltrão, 10 em Guarapuava, 12 em Irati, 10 em Ivaiporã, 12 Jacarezinho, 11 em Londrina, 11 Maringá, 6 em Paranaguá, 11 em Paranavaí, 13 em Pato Branco, 9 em Pitanga, 13 em Ponta Grossa, 13 em Toledo, 10 em Umuarama e 11 em União da Vitória. As 14 vagas restantes são para atuação nas Universidades Estaduais.

SERVIÇO

Programa de residência técnica

Inscrições: de 5 a 25 de setembro

Taxa de inscrição: R$ 120 (ver isenções no item 10 do edital)

Ensalamento: será divulgado no dia 30 de setembro

Prova: 6 de outubro

Horário da prova: 8h45 (portões abrem às 8h e fecham às 8h30)

Locais de realização das provas: Curitiba, Cascavel, Guarapuava, Londrina, Maringá e Ponta Grossa.

O edital e inscrição podem ser acessados   AQUI

É importante que os candidatos do processo seletivo leiam o edital divulgado para maiores informações e esclarecimento de dúvidas.

 

Saiba mais sobre o trabalho da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo em:
https://www.facebook.com/desenvolvimentosustentaveleturismo/

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.

Captcha Image Carregar outra imagem