Instituto Ambiental do Paraná (http://www.iap.pr.gov.br)

Parque Estadual Mata dos Godoy - Biodiversidade
 
O Parque Estadual Mata dos Godoy é seguramente um dos remanescentes mais bem conservados da Floresta Estacional Semidecidual no Norte do Paraná em termos florísticos. Possivelmente seja, após o Parque Nacional do Iguaçu e o Parque Estadual do Rio Guarani, ambos no Oeste, a porção mais importante dessa formação florestal extremamente ameaçada pela ação desordenada do homem no espaço territorial paranaense, no último século.

O Parque também é importante por abrigar espécies hoje raramente observadas. De acordo com a Lista Vermelha das plantas ameaçadas de extinção (SEMA/GTZ, 1995), podemos destacar o Caju-do-campo (Astronium graveolens), o Mamão-do-mato (Jacaritia spinosa), o Rabo-de-bugio (Lonchocarpus muehlbergianus), o Jacarandá (Machaerium paraguariense), a Cabreúva (Myrocarpus frondosus), a Peroba (Aspidosperma polyneuron), o Guaçatunga (Casearia gossypiosperma), o Pau-marfim (Balfourodendron riedelianum) – todas consideradas raras.

Há 65 espécies de mamíferos no Parque, e destas, podemos destacar: Tamanduá-mirim (Tamandua tetradactyla), Tatu (Dasypus novemcinctus), Macaco-prego (Cebus apella), Onça-parda (Puma concolor), Lontra (Lontra longicaudis), Quati (Nasua nasua), Anta (Tapirus terrestris), Capivara (Hidrochaerys hidrochaerys) e o quase extinto Gato-mourisco (Herpailurus yaguarondi).

Os principais estudos realizados neste Parque indicaram a presença de 282 espécies de aves e as principais são: Tucano-de-bico-verde (Ramphastos dicolorus), Araçari-de-bico-branco (Pteroglossus aracari), Jacutinga (Pipile jacutinga), Macuco (Tinamus solitarius), Gralha-picaça (Cyanocorax chrysops) e Urubu-rei (Sarcoramphus papa).

OBS: * Não alimente nem assuste os animais e não se esqueça que para conseguir observá-los é necessário silêncio e paciência.*


Endereço no site: http://www.iap.pr.gov.br/modules/ucps/aviso.php?codigo=77